Você provavelmente ouviu que 2020 foi o ano das fintechs e não é para menos. A pandemia acelerou os processos de transformação digital, mas mais do que isso, demos passos decisivos para um caminho sem volta na revolução financeira.  A implantação do PIX, meio de pagamento eletrônico lançado em novembro deste ano pelo Banco Central, além do  processo de implementação do Open Banking e do Sandbox, iniciativa regulatória para que instituições consigam testar projetos e soluções inovadoras, foram alguns dos exemplos de que o que nos espera em um futuro mais próximo que imaginamos.

Mas diante de tanta novidade e investimento, a pergunta que fica é: qual é o próximo passo? Quais são os movimentos que veremos no próximo ano nesse mercado, que, só em seus nove primeiros meses cresceu 34% no Brasil e atraiu US $939 milhões em aportes financeiros? Com esse horizonte em mente, reuni algumas das principais tendências que acredito que irão nos trilhar em  2021. Vamos a elas:

Open Banking: Muito foi dito sobre o tema, mas eu acredito que este será o ano de nascimento do Open Banking e também da portabilidade financeira no Brasil. Já vemos uma evolução com o PIX, com grandes volumes sendo transacionados no sistema, já ultrapassando o DOC e  isso só reforça essa consolidação. Com o Open Banking,  teremos uma livre transferência de informações entre as instituições financeiras que além de aumentar a competição nesse mercado, possibilitará uma infinidade de novos modelos de negócios com produtos muito mais elaborados e personalizáveis. O sistema ainda vai alavancar a portabilidade financeira, a portabilidade de dados, além de garantir  possibilidades de modelos baseados em serviço,  como é o caso  do Bank as a Service.  

Open Finance: Mais do que o sistema bancário aberto, o conceito do Open Finance abrange todo o sistema financeiro. Já com as iniciativas do Banco Central, teremos uma potencialização deste mercado, com a  convergência de segmentos que  hoje não se conversam, mas  que, a partir do ano que vem,  começam a integrar entre si. Muito pode ser criado com esse processo.

Leia mais: Tendências para o mercado financeiro – Diário do Comércio Em: https://diariodocomercio.com.br/opiniao/tendencias-para-o-mercado-financeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *