Notícia

Mercado financeiro aposta no financiamento de geração de energia ‘em casa

Indústria de FIDCs ganha força para financiar projetos de produção de eletricidade a partir de fonte solar

Os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) estão ganhando força como forma de financiar projetos de empresas do setor de energia, em especial de geração distribuída. A Valora Investimentos, gestora especializada em FIDCs, Crédito Privado e Fundos imobiliários, confirma essa tendência e negocia com empresas para estruturar dois fundos no segmento. “A busca por alternativas de energia renováveis é um movimento observado no mundo inteiro. De fato, este mercado está em franco crescimento e o Brasil possui um grande potencial para se desenvolver”, comenta Carlos Sartori, sócio da Valora.

A Geração Distribuída é a energia elétrica produzida no local de consumo ou próximo a ele, principalmente de fonte solar. O crescimento no número de instalações ao longo dos anos reforça o aumento da demanda dos consumidores. Em 2019, houve um crescimento de mais de 200% na instalação de novos equipamentos, quando comparado com o ano de 2018, segundo dados da Greener e ANEEL. E mesmo com a crise do coronavírus, os FIDCs estão sendo muito utilizados em soluções estruturadas de funding de longo prazo para as empresas.  No primeiro semestre de 2020, o volume geral de emissões no mercado de capitais doméstico foi 14% menor que no mesmo período em 2019. Enquanto isso, o volume de emissões de FIDCs foi 20% maior, de acordo com dados da Anbima.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar-economico/mercado-financeiro-aposta-no-financiamento-de-geracao-de-energia-em-casa/