Notícia

Focus: Mercado financeiro eleva projeções para inflação e PIB em 2021

Expectativa do mercado é de expansão de 3,52% da economia brasileira e alta de 5,24% do IPCA este ano

SÃO PAULO – O mercado financeiro revisou para cima pela sétima semana consecutiva suas projeções para a inflação brasileira este ano, desta vez de 5,15% para 5,24%. As estimativas para o crescimento da economia brasileira em 2021 também foram elevadas, pela quinta semana, de 3,45% para 3,52%. Os dados constam do relatório Focus divulgado pelo Banco Central (BC) na manhã desta segunda-feira (24).

Em 5 de abril, antes da primeira elevação nas projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a expectativa era de alta de 4,81% da inflação em 2021. O centro da meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

No caso do Produto Interno Bruto (PIB), em 19 de abril, antes do movimento de aumento das previsões para o desempenho da atividade neste ano, as apostas apontavam para expansão de 3,04% da economia.

Para 2022, os economistas consultados pela autoridade monetária também revisaram as estimativas para os dois indicadores, e agora é esperada alta de 3,67% do IPCA, acima dos 3,64% esperados no levantamento anterior. Já para o PIB, a expectativa é de expansão de 2,30% em 2022, abaixo do crescimento de 2,38% esperado na semana passada.

Com relação à taxa básica de juros, o mercado segue à espera de um aumento da taxa Selic de 0,75 ponto percentual na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em junho, para 4,25% ao ano. As previsões para a Selic ao fim de 2021 e 2022 também foram mantidas em 5,50% e 6,50%, respectivamente.

Por fim, no câmbio, as estimativas apontam para o dólar negociado a R$ 5,30 ao fim de 2021, sem mudanças ante a semana passada, e também a R$ 5,30 em dezembro de 2022, abaixo dos R$ 5,35 esperados anteriormente.

Fonte: https://www.infomoney.com.br/economia/focus-mercado-financeiro-eleva-projecoes-para-inflacao-e-pib-em-2021/